sábado, 21 de maio de 2011

FOTOS...

 Cidy, Joãozinho, Douglas, Gustavo, W.A.C e João


Douglas Mal Ahk
 Street na Usina de Artes João Donato


 Douglas, Cidy e W.A.C


Rolé no Tropical
W.A.C, Joãozinho, Samu, João, Beto, Gustavo, Douglas e Cidy
 W.A.C


W.A.C e João

sexta-feira, 13 de maio de 2011

video

Sirilo e Gustavo

EVENTOS...






























TRIBO SKATE 







TRIBO SKATE















TRIBO SKATE 



TRIBO SKATE





OLHA AÍ MOÇADA ....

 TRIBO SKATE


A Confederação Brasileira de Skate (CBSk) tem o prazer de convidá-los para participarem da abertura do Circuito Brasileiro de Freestyle 2011, fazendo parte do Festival Paulistano de Skate 2011.

A 1.a etapa do circuito contará com as categorias Iniciante, Amador 1, Profissional e Legends (acima de 40 anos).

O evento acontecerá em 21 de maio (sábado) deixando o dia 22 de maio (domingo) reservado caso chova.

As competições acontecerão na quadra de streetball do Parque Zilda Natel, mais conhecido como pista de Skate do Sumaré, estando localizado na Av. Doutor Arnaldo esquina com a Rua Cardoso de Almeida, Sumaré, São Paulo (SP).

O local fica próximo à estação de metrô Sumaré, sendo servido por muitas linhas de ônibus (maiores informações acessem www.sptrans.com.br) e perto da Av. Paulista, a mais famosa avenida da cidade.

Neste parque também há pistas de street, banks e mini ramp, porém para utiliza-las é obrigatório o uso de capacete.

Entretanto não será exigido uso de capacete durante as provas de Freestyle na quadra.

Um aviso muito importante é a quadra utilizada no campeonato ser geralmente proíbida andar de skate, sendo assim somente no dia do evento será permitido treinamentos nela.

Outro comunicado importante é obrigatório a assinatura do TERMO DE ISENÇÃO DE RESPONSABILIDADE. Menores de 18 anos terão que trazer o Termo de Isenção de Responsabilidade assinado pelos pais. Peça o termo pelo e-mail esporte@cbsk.com.br.

As inscrições são limitadas, mas desta vez serão feitas apenas durante o evento, custando os seguintes valores:

- Profissionais: R$ 50,00
- Legends: R$ 35,00
- Amadores 1: R$ 25,00
- Iniciantes: R$ 15,00

Avisando que todos competidores terão seguro contra acidente pessoal gratuito contratado pela organização, além de guarda volumes, alimentação, água, fisioterapia e atendimento médico.

Para ir ao local chegando de viagem pelo Terminal Rodoviário do Tietê, é necessário pegar o metrô Tietê sentido Jabaquara, descendo no metrô Paraiso para fazer baldeação na linha Verde sentido Vila Madalena, desembarcando na estação Sumaré e subindo as escadas à direita das catracas da saída pois o Pq. Zilda Natel fica na esquina da mesmo quarteirão logo depois do viaduto sobre a Av. Sumaré.

O Festival Paulistano de Skate é apresentado pela Prefeitura da Cidade de São Paulo através de sua Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação, realizado pela Confederação Brasileira de Skate (CBSk), cobertura da ESPN e programa Skate Paradise, promovido pela revista CemporcentoSkate e produzido pela Goforit Eventos e Ao Cubo.

Esta etapa conta com apoio da Balboa, Bones, FLH, Moska, Myllys, New Skate, Performance Nutrition, Skate Até Morrer e Urgh! além da Secretaria Municipal de Verde e Meio Ambiente mais organização técnica da União dos Skatistas de Freestyle (USF).

Maiores informações pelo e-mail esporte@cbsk.com.br ou pelo celular (11) 8128-3278.

Cronograma (sujeito a alterações)

10 hs: Inscrições e treinos
12 hs: Iniciante
13 hs: Amador 1
15 hs: Legend
16 hs: Profissional
17 hs: Premiação

Serviço

FESTIVAL PAULISTANO DE SKATE 2011

1.a ETAPA DO CIRCUITO BRASILEIRO DE FREESTYLE 2011 DIA 21 DE MAIO A PARTIR DAS 10 HORAS PARQUE ZILDA NATEL – SÃO PAULO – SP AV. DR. ARNALDO C/ R. CARDOSO DE ALMEIDA, SUMARÉ

João

video

Douglas Mal Akh

video

Thales

video

terça-feira, 10 de maio de 2011

SKATE PARK



Estranho se rende ao seu próprio shape da flip....


Gustavo e seu corpo atlético na borsa ......






Taboca, Gustavo, Estranho e Flor pensativo ....

ANDAR DE SKATE É ...

Andar de skate é tomar impulso, atrevessar a rua, subir e descer as calçadas, dropar de um lugar alto, improvisar, equilibrar, saber cair e depois levantar.

É consertar o erro a tempo, prestar atenção ao que vem a sua frente, seja um cooping ou uma pedra na rua. É prever a distância e a velocidade necessária.

Andar de skate é bater palmas para o amigo que aprendeu a pular um skate de ollie e gritar quando alguém dropa de uma mini ramp pela primeira vez.

Skate é coragem, força de vontade, é a expressão livre do corpo, quase sem limites, sem regras, sem padrões.

É não se importar se o colega de session é branco ou negro, pobre ou rico, nordestino ou gaúcho: é entender que todos são humanos.

Andar de skate é ver o mundo de verdade, ver a rua com mendigos e sujeira, viajar, conhecer lugares novos, pessoas diferentes, aprender a lidar com a diversidade.

É ter amigos que falam a mesma língua, choram e riem pelos mesmos motivos, têm os mesmos ídolos, falam as mesmas besteiras.

É marcar a sessão, combinar uma viagem para conhecer novas pistas, rever os amigos nos campeonatos, pegar carona, manter contato direto com o mundo, sem DDD.

É brincar com um shape, dois eixos, oito rolamentos e quatro rodas. Jogá-lo para cima, deixar cair no chão e torcer para que não saia nenhuma lasca.